quarta-feira, 29 de outubro de 2008

A Rosa Amarela

De todas as belas flores
Certamente é a mais singela
E aquela luz que é só dela
Ilumina os meus amores
Como a chama de uma vela
Que em meu peito dança
E minh’alma de criança
Traz no peito a esperança
Nas mãos, a rosa amarela!

* Às vezes, o azul dá lugar a outras cores...

Um comentário:

Mona Lisa disse...

Nane!!! Obrigada por givulgar minha modesta poesia, A ROSA AMARELA! Fiquei feliz ao vê-la aqui, em seu Blog. Muito gentil! Obrigada!

Na minha fronte há um véu
Que me ofusca a visão
Pois vejo flores no céu
E vejo estrelas no chão!

Beijossssssssssss
Eliana Calixto.